Organização de um trabalho em papel

Porque nem só de poliestireno o modelismo é feito, este é o espaço de discussão dedicado ao modelismo em papel.

Moderadores: Moderadores, Moderadores Sénior

Organização de um trabalho em papel

MensagemEscrita por Zé Reis » 25 Mar 2010, 16:48

Li de Carlos Filipe - Gostava de ouvir uma explicação dos modelistas do papel como organizam o trabalho.


Já tinha pensado nisso, em abrir um post para dizer como organizo um trabalho, mas pensei que não teria muito interesse, pelos vistos enganei-me. Na verdade sabendo como cada um faz a sua organização sempre se melhora a mesma. Assim sendo... Vamos lá então.



A montagem dá-me gozo mas a organização dela também.

1 - Instruções de montagem

Se as instruções vem em inglês, deixo ficar ou passo para português.
Se estão em polaco, passo tudo para um doc no Word (não é necessário colocar os caracteres todos malucos da língua polaca).
Faço a tradução para inglês (para português fica uma trapalhada de todo o tamanho) no tradutor do Google e depois passo para português. Normalmente tenho duas janelas abertas: polaco->inglês e inglês->português.

2 - As peças

Depois abro o Excel e crio uma folha de cálculo com tantas páginas quanto as páginas de peças que o modelo tem. Nomeio-as com a numeração das páginas.

Varro cada página de peças e coloco na respectiva folha do excel as referências e quantidades. Totalizo as peças só para saber a quantidade total de peças.

Porque resolvi fazer este passo no Excel? Porque quando queria uma peça passava a vida a varrer todas as folhas para a encontrar, era uma loucura, agora é uma maravilha, faço uma busca e fico logo com a informação da página. Ainda pensei melhorar a busca criando em cada folha de peças uma grelha de ordenadas/abscissas tipo palavras cruzadas ou como a identificação das células no Excel, para o próximo modelo será assim.

Eis aqui uma dessas folhas. É do livro do meu Kubel e como se pode ver já está quase tudo montado, é que por cada peça que monto mudo a cor da célula.
Sem cor -> peça ainda não cortada;
Amarelo -> peça cortada mas que ficou por montar por alguma razão (tá numa caixinha);
Laranja -> peça montada.


Imagem


A seguir separo e coloco cada folha de peças numa capa de plástico numerada com o número da folha que contém.

Imagem


A justificação? Sabem aquela......

................. // .................

Um dia, a professora do Zezinho deu aos seus alunos o seguinte trabalho de casa: escrever um pequeno texto em que apareceria a frase "Mãe há só uma!". No dia seguinte a professora pediu ao alunos que lhe apresentassem as suas frases. O Carlos leu a sua:
" A minha mãe partiu o braço e foi internada. Eu, como gosto muito dela fui visitá-la todos os dias ao hospital. Agradecida a minha mãe disse-me:
- Obrigado, Carlinhos!
E eu respondi-lhe:
- De nada mãezinha! Mãe há só uma!"
- Muito bem Carlinhos! - disse a professora. Então e tu, Zezinho, que frase escreveste?
- Ontem à noite, depois do jantar, a minha mãe e o meu pai sentaram-se no sofá a ver a televisão. De repente, deu a sede à minha mãe e pediu-me que fosse ao frigorífico e lhe trouxesse duas cervejas: uma para ela e outra para o meu pai. Quando abri a porta do frigorífico, apercebi-me que só havia uma cerveja. Então, gritei da cozinha:

"Mãe! Há só uma!"

Nota – Qualquer semelhança de nomes (Zezinho e Carlinhos) com membros deste forum (Zé Reis e Carlos Filipe) é pura coicidência.

................. // .................

No nosso caso, não é mãe... é

Peça? Há só uma!.

E não se pode perder!!!


Depois vou ás folhas dos esquemas e identifico na lateral de cada folha o número dos esquemas que contém. Mais uma vez para não andar a varrer toda a folha e todas as folhas quando quero seguir um esquema.

Imagem


Nas folhas de peças a fabricar, idem idem aspas aspas.

Imagem


E pronto! Penso que é tudo. Se me esqueci de algum passo depois acrescento.


Espero que seja útil e que "falem" da vossa organização.

Inté
Zé Reis
 

MensagemEscrita por carlos filipe » 25 Mar 2010, 19:35

Muito útil!
Eu no processo de montagem dos kits de papel desenvolvo muito o vocabulário...a andar à nora!
Até fico surpreendido com as palavras que não sabia que sabia... Por acaso é nessa altura que digo umas coisinhas em polaco que uma vez me ensinaram...
Perco-me com facilidade, tenho caixinhas para separar as peças, mas se não tenho cuidado, aquilo que de um lado é trabalho, numa volta inadvertida torna-se mais um bocadinho de papel branco. Às vezes tenho de imprimir uma folha nova, para não me irritar mais.
No plástico, qualquer que seja a posição da peça, é reconhecível.
A metodologia com o papel tem de ser muito mais cuidadosa.
Por isso já referi que não posso parar com um kit. Perco o fio à meada. Essa ideia do Excel e do código de cores para o status da peça é muito bem pensada. Já aprendi umas coisas hoje e ainda são 6 e tal da tarde.
Obrigado Zé Reis.
Avatar do utilizador
carlos filipe
 
Mensagens: 1084
Registado desde: 16 Dez 2009, 15:27
Localização: Almada
Medalhas: 2
GB 41 - Caixa de Sobras (1) GB 43 - Modelos Papel - Arq. (1)
Nome real: carlos fernando de sousa filipe

MensagemEscrita por iur_mcnuno » 25 Mar 2010, 23:19

Boas,

Ao encontro do "É de Borla" e motivado pelo Carlos e todo o trabalho que tem feito, também para contribuir para este tópico; vou tentar comprometer-me com um trabalho em papel:

http://www.illinoishistory.gov/ps/const ... _Depot.htm

Para tal conto com a vossa ajuda para para as seguintes questões.

Não tenho impressora, vou ter de imprimir numa loja ... que tipo de papel pedir?

RR
Avatar do utilizador
iur_mcnuno
 
Mensagens: 160
Registado desde: 06 Jan 2010, 00:11
Localização: Queluz

MensagemEscrita por Zé Reis » 26 Mar 2010, 00:36

Rui, para não sair muito do assunto deste tópico, e para que possa-mos responder à tua e a outras questões sobre Modelismo em papel, abri um tópico que estava a fazer aqui falta.

Já te dei uma primeira resposta em:

Tutoriais, dicas e dúvidas.

JR
Zé Reis
 


Voltar a Debate Geral e Dicas

Quem está online

Utilizadores a consultar este fórum: Nenhum utilizador registado e um visitante