Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

Luftwaffe '46. Meios aéreos alternativos de uma força aérea alternativa.....

Termina a 31 de Dezembro de 2017

Dinamizador: JMTavares

Moderadores: Moderadores, Moderadores Sénior

Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por joarga64 » 29 Dez 2017, 21:45

LUFT'46 - Allzweckflugzeuge Henschel Hs 129-TL Sturmwinde
(MODELO FICTÍCIO)

Se o modelo não ficar grande coisa, pelo menos o nome é grande!!! :)

Tendo tido conhecimento do grupo GB LUFT’46, achei interessante e propus participar no mesmo. Inicialmente, a minha ideia era fazer o Gotha Go P60A “from scratch”, mas recorrendo mais uma vez à minha “Hall of shame” descobri um Henschel Hs 129 B, votado ao esquecimento e no “ferro-velho” dois motores Jumo 109-004 B-1, sobras de um velho Arado 234 e pensei: “Porque não usá-los?”

Numa perpectiva de que no final da guerra os recursos eram escassos, os blindados aliados estavam a ganhar terreno e que o avião criado para os combater tinha problemas de performance, “porque não” tentar adaptar motores a jacto a este avião, fazendo o mínimo de alterações possíveis? (convenhamos que o Northrop A-10 ajudou-me à ideia…)

O Henschel Hs 129 B é um modelo a 1:72 da Revell (lançado em 1985, segundo https://www.scalemates.com/kits/140037- ... el-hs-129b) e no qual estou a pensar utilizar várias peças de “ferro-velho” e “scratch-build”.

Imagem

A adaptação passa por:
- colocar os motores a jacto no topo da fuselagem;
- aproveitar as “nacelles” vazias para “aumentar o poder destrutivo”, adaptando-as para receberem duas WB 81 A
- e talvez mais umas ETC ou PanzerBlitz nas asas.

À parte desta adaptação, algumas alterações são necessárias de forma a tornar o modelo mais interessante, tais como:
- marcar a linhas de painel;
- alterar as “nacelles” na zona dos motores, escapes e filtros;
- “abrir” o porão e melhorar o trem de aterragem;
- recortar e adaptar o vidro e a zona da fuselagem que pertence à carlinga;
- recriar todo o cockpit;
- “abrir” um dos porões da MG 151;
- e colocação de um BK 7.5 por baixo da fuselagem.

Imagem

Tendo o kit já sido iniciado e para poder trabalhar alguns pormenores, tive de separar as partes coladas o que danificou algumas superfícies, mas nada que alguma paciência e “putty” não resolvam.

Henschel Hs 129-TL

Nacelles e Asas
Nas asas e “nacelles”, foram abertas as linhas de painel (simplesmente respeitando as existentes). Os blocos dos motores foram separados e corrigidos o melhor possível e os escapes limados, tendo sido moldada, com um prego quente, a zona onde os escapes assentavam (duas delas não correram a 100% e houve que recorrer ao “putty”…).

Tentei trabalhar os filtros de óleo, mas não estando a correr bem foram retirados e substituídos por outros “from scratch”.

Imagem

Na bancada de trabalho: Porão e Trens de aterragem...
joarga64
 
Mensagens: 18
Registado desde: 25 Abr 2017, 15:46
Nome real: João Manuel Rodrigues Arganil

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por Moreno » 30 Dez 2017, 10:01

Interessante, a seguir.
Avatar do utilizador
Moreno
 
Mensagens: 2660
Registado desde: 15 Jul 2014, 14:00
Nome real: António Moreno

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por Miguel Tavares » 02 Jan 2018, 12:24

João,
só tu mesmo para te meteres em trabalhos com mais essa antiguidade de kit :)
Ficamos todos à espera do que vai sair daí, no entanto não será já no âmbito deste GB, esta guerra chegou ao fim.

Bom ano e força nesse Sturmwinde!

P.S.: querias dizer Fairchild e não Northrop ;)


Abraço
Miguel
ImagemImagemImagemImagem
Avatar do utilizador
Miguel Tavares
 
Mensagens: 730
Registado desde: 23 Out 2006, 18:02
Localização: Lisboa / Ramada (Odivelas)
Medalhas: 3
GB 18 - Luftwaffe: 1939-1945 (2) GB 51 - Luftwaffe: 33-45 (1)
Nome real: Miguel Tavares

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por joarga64 » 03 Fev 2018, 19:12

Boa tarde a todos,

Ou isso, Miguel... O Alzheimer já não ajuda... :lol:

Apraz-me saber que o prazo foi prorrogado para 28 de Fevereiro... o que me deixa mais nervoso! :P

Porão e Trens de aterragem
Os porões originais, como se pode ver em fotos anteriores, eram fechados apenas com um orifício para inserir os trens de aterragem, também estes algo toscos. Foram abertos e, com base no que me pareceu em desenhos técnicos, coloquei parte das estruturas da asas e de apoio do trem (restos de caixas de CD’s) e dos depósitos de combustível (restos de moldes de resina). O trem foi alongado (plásticos dos moldes) e recriados os pistons e braços de retracção (plástico estirado). Os torques dos amortecedores foram feitos com restos de “photo-etch” e para simular a borracha de protecção, linhas de coser enroladas à volta. Para relevos e texturas utilizei cola branca. As portas originais do porão foram utilizadas como “almofadas” e cobertas com duas folhas de plástico (dos queijos…) e para as barras de reforços, nas asas superiores, utilizei papel.
Os elevadores dos ailerons também foram furados para dar mais realismo.

(Algumas fotos pecam pela qualidade, o que só reparei, tarde de mais, quando as vi no computador. Não sei se será do fundo vermelho, que crie alguma saturação e mau funcionamento da máquina ou se é mesmo do fotógrafo… :roll:)

Imagem
Imagem
Imagem

Cockpit e Carlinga
Parte da carlinga estava moldada na fuselagem. Como a minha intenção é deixá-la aberta, tive de a cortar e separar também a parte frontal do vidro. Além disso, deve recolher por cima da fuselagem, adaptada para o efeito, mas não no modelo… Desbastei essa zona (de forma a não ter de o fazer de uma ponta à outra da fuselagem), os vidros laterais e as partes separadas. É claro que um vidro lixado… é um vidro “lixado”! E neste caso, também estalado… Tentei fazer o meu melhor com o material à mão: lixa 500, “Polywatch” e verniz brilhante. Não fiquei orgulhoso do trabalho, mas como uma boa parte é pintada, a ver vamos…

Imagem
Imagem

Quanto ao cockpit, simplesmente não existia! Recorrendo a dados na net, tentei recriá-lo, mais uma vez recorrendo às “caixas de CD’s”, plástico estirado, papel, folhas de metal, “photo-etch” e cola branca. Sendo um modelo futurista e fictício, nada como adaptar um assento mais moderno e ejectável, com botija e máscara de oxigénio… 8). Embora a Luftwaffe já estivesse a testar alguns modelos, optei por não tentar reproduzir nenhum deles. Eis os resultados:

Imagem
Imagem

Na continuação, dar "fogo à peça"...
joarga64
 
Mensagens: 18
Registado desde: 25 Abr 2017, 15:46
Nome real: João Manuel Rodrigues Arganil

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por jeugeniocascalheira » 04 Fev 2018, 11:22

A gostar de acompanhar. :wink:

Abraços Modelísticos. :mrgreen:
1/72 a minha escala.
Avatar do utilizador
jeugeniocascalheira
 
Mensagens: 2693
Registado desde: 06 Jun 2013, 20:03
Localização: SARDOAL
Nome real: José Eugénio Cascalheira

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por mareb » 04 Fev 2018, 18:57

A acompanhar com muita curiosidade :)
Avatar do utilizador
mareb
 
Mensagens: 2578
Registado desde: 24 Mai 2007, 15:15
Localização: Lisboa
Medalhas: 14
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 23 - Deutsches Afrikakorps (1) GB 24 - Junkers Ju.87 (1)
Nome real: Araújo Rebelo

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por Antonio Sobral » 09 Fev 2018, 18:46

Interessante!

Mas ainda não percebi onde vão ficar os motores a jato de que falaste :)

Abr.

A S
Um Abraço

António Sobral
Avatar do utilizador
Antonio Sobral
 
Mensagens: 5515
Registado desde: 30 Nov 2005, 18:18
Localização: Oeiras
Medalhas: 31
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 08 -20000 Léguas Submarinas (1) GB 09 - Helicopters in Action (1)
Nome real: António Sobral

Re: Henschel Hs 129-TL Sturmwinde (MODELO FICTÍCIO)

MensagemEscrita por joarga64 » 15 Fev 2018, 14:59

Boa tarde a todos e obrigado pelos comentários :D

Quanto à questão que colocas, António, foi uma questão que me deixou dúvidas desde o início. Inicialmente pensei em colocá-los suspensos no topo da fuselagem, "a la A-10", mas depois de ensaiar, no corpo já montado, achei que ficava um pouco atamancado e não gostei do aspecto. Optei, então, pela colocação sobre as asas, "a la ME-262", mantendo também o trem traseiro como nos modelos iniciais. Embora não tão imaginativo, penso que fica mais harmonioso, além de que aproveito as curvas de montagem da peça sem ter de a alterar muito...
Se calhar, vou tentar tirar umas fotos com os motores por cima para registo e para a história... :D

Abrs.
joarga64
 
Mensagens: 18
Registado desde: 25 Abr 2017, 15:46
Nome real: João Manuel Rodrigues Arganil


Voltar a Luftwaffe '46

Quem está online

Utilizadores a consultar este fórum: Nenhum utilizador registado e um visitante

cron