Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72 CONCLUÍDO

Group-Build dedicado à construção de todo o tipo de modelos que se possam relacionar com o medieval português, desde a formação do reino até ao fim do sec. XV, seja civil, miltar ou religiosa e qualquer escala. Prazo: 4 de Julho de 2011 a 31 de Dezembro de 2011. Promotor: José Carlos G Almeida.

Moderadores: Moderadores, Moderadores Sénior

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 26 Jul 2011, 19:09

O começo do desespero... e ainda vêm mais arqueiros a caminho...
Anexos
DSCF0002.JPG
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 26 Jul 2011, 19:11

E aqui está o local onde se vai passar a acção propriamente dita!
Anexos
DSCF0003.JPG
DSCF0004.JPG
DSCF0005.JPG
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por vmmestre » 26 Jul 2011, 19:52

boas

um primario nas figuras era fundamental pois os metais ficam mt melhor sobre o preto....... uma dica
quanto a muralha uffa esta a ficar bem fixe ....
vmmestre
Napoleónios 1.72

http://batalhasnapoleonicas.blogspot.com/
http://batalhasdarestauracao1640.blogspot.com/
Avatar do utilizador
vmmestre
 
Mensagens: 1390
Registado desde: 12 Jul 2006, 11:17
Localização: Sesimbra
Medalhas: 9
3 GBs (1) 5 GBs (1) GB 16 - Ecce Homo (1) GB 37 - Exército Português (1) GB 44 - Medievais (1)
Nome real: Vitor Manuel Mestre

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 26 Jul 2011, 20:45

Ok, Vitor, não sabia! Obrigado.
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 26 Jul 2011, 21:45

Acabada de levar com a primeira camada de argamassa....
Anexos
DSCF0007.JPG
DSCF0008.JPG
DSCF0009.JPG
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por João Romão » 27 Jul 2011, 10:32

Boas,

Força com isso!!!

Vamos lá expulsar os Sarracenos! :D
Abraço
João Romão

ImagemImagemImagemImagemImagem

"Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele... e depois ganha-te em experiência."
Avatar do utilizador
João Romão
 
Mensagens: 692
Registado desde: 14 Mar 2011, 14:33
Localização: Aveiro/Loulé/Torres Novas
Medalhas: 4
3 GBs (1) GB 47 - Pearl Harbor (1) GB 50 - Batalha de Inglaterra (1) GB 64 - D-Day (1)
Nome real: João Romão

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por josé carlos g almeida » 27 Jul 2011, 13:43

Essas muralhas estão muito catitas, que cola usas-tes para colar o esferovite?
Um abraço
José Carlos
Avatar do utilizador
josé carlos g almeida
 
Mensagens: 2911
Registado desde: 05 Abr 2007, 11:02
Localização: Amadora
Medalhas: 17
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 28 - Veículos de Emergência (2) GB 30 - Flak! (1)
Nome real: José Carlos G Almeida

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Duke Atreides » 27 Jul 2011, 15:08

josé carlos g almeida wrote:Essas muralhas estão muito catitas, que cola usas-tes para colar o esferovite?
Um abraço
José Carlos


Cola branca, não?

E a argamassa, onde é que se arranja? Num AKI? Tem algum truque?
Avatar do utilizador
Duke Atreides
 
Mensagens: 1411
Registado desde: 22 Mai 2009, 16:14
Localização: Caldas da Rainha
Medalhas: 12
3 GBs (1) 5 GBs (1) GB 41 - Caixa de Sobras (2) GB 44 - Medievais (3) GB 45 - Blindados/Artilharia (1)
Nome real: David Silva

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 27 Jul 2011, 15:40

Obrigado! :)

Quanto à questão da cola usei Patex prego-liquido (ver foto) e compra-se em qualquer Continente. Quanto à argamassa, usei na primeira camada uma que se costuma usar em trabalhos manuais para colar aqueles pequenos mosaicos em molduras ou vasos, só que infelizmente precisava de muita quantidade e os dois pacotes que comprei não chegaram para a 2ª camada e a casa de artes onde comprei não tinha mais nem iria mandar vir nestes tempos proximos, e além de que cada pacote é carissimo (qs €7).
Na 2ª camada usei pura e simplesmente nata de gesso misturada com tinta preta e fui pincelando com uma trincha até ficar com uma superficie +- homogénia em todas as superficies! (1 kg de gesso €0.65 e sobrou mais de metade do pacote).
Zero truques :P
Anexos
DSCF0001.JPG
DSCF0002.JPG
DSCF0003.JPG
Cola que usei para colar a esferovite
DSCF0004.JPG
Argamassa que usei na primeira camada
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por vmmestre » 27 Jul 2011, 20:55

Boas

temos cosntrutores de primeira, eu uso apenas a esferovite azul, e depois massa já preparada de estuque vou fazendo as camadas aos poucos até secar bem e depois moldar ao gosto....
vmmestre
Napoleónios 1.72

http://batalhasnapoleonicas.blogspot.com/
http://batalhasdarestauracao1640.blogspot.com/
Avatar do utilizador
vmmestre
 
Mensagens: 1390
Registado desde: 12 Jul 2006, 11:17
Localização: Sesimbra
Medalhas: 9
3 GBs (1) 5 GBs (1) GB 16 - Ecce Homo (1) GB 37 - Exército Português (1) GB 44 - Medievais (1)
Nome real: Vitor Manuel Mestre

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 27 Jul 2011, 23:08

Olha nem sabia da existencia de massa de estuque ja preparada! E essa até é capaz de se aplicar melhor, visto que no gesso tem que se estar constantemente a adicionar água para não secar...
Quanto ao wallmate ainda não experimentei, mas é capaz de se trabalhar melhor e de não libertar tanto lixo como a esferovite, e até mesmo nos cortes, é capaz de se acabar por se ter outra precisão! Bem pensado sim sr! :)
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por vmmestre » 28 Jul 2011, 06:56

Leopard wrote:Olha nem sabia da existencia de massa de estuque ja preparada! E essa até é capaz de se aplicar melhor, visto que no gesso tem que se estar constantemente a adicionar água para não secar...
Quanto ao wallmate ainda não experimentei, mas é capaz de se trabalhar melhor e de não libertar tanto lixo como a esferovite, e até mesmo nos cortes, é capaz de se acabar por se ter outra precisão! Bem pensado sim sr! :)


boas

faz menos lixo e em termos de corte e bem melhor normalmente e o que uso e até dá para moldar directamente com uma ou duas camadas de cola branca grossa e depois com um primario por cima dá logo para fazer muralha....e preciso mt paciencia para andar a moldar a coisa eheeh
vmmestre
Napoleónios 1.72

http://batalhasnapoleonicas.blogspot.com/
http://batalhasdarestauracao1640.blogspot.com/
Avatar do utilizador
vmmestre
 
Mensagens: 1390
Registado desde: 12 Jul 2006, 11:17
Localização: Sesimbra
Medalhas: 9
3 GBs (1) 5 GBs (1) GB 16 - Ecce Homo (1) GB 37 - Exército Português (1) GB 44 - Medievais (1)
Nome real: Vitor Manuel Mestre

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por Leopard » 30 Jul 2011, 00:32

E aqui está a muralha já pintada e envelhecida com betume da judeia, embora tenha exagerado um pouco em certas zonas, visto que é a 1ª vez que utilizo.
Como para amanhã vai começar uma nova semana de trabalho, para a próxima semana durante as folgas já conto fazer o terreno e pintar o resto das figuras apeadas (decidi que não vou utilizar os cavaleiros Templários, como também não vou utilizar os sarracenos montados), e se ainda tiver tempo, pintar a torre de cerco.
Aqui ficam as imagens...
Anexos
DSCF0001.JPG
DSCF0002.JPG
DSCF0005.JPG
Avatar do utilizador
Leopard
 
Mensagens: 1823
Registado desde: 08 Out 2010, 11:37
Localização: Torres Novas
Medalhas: 30
3 GBs (1) 5 GBs (1) 10 GBs (1) GB 42 - Brits 46-69 (1) GB 46 - Ataque ao Solo (3)
Nome real: Bruno Gonzaga

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por vmmestre » 30 Jul 2011, 07:22

boas

temos a estrutura completa..... agora venha a defesa e a invasão
vmmestre
Napoleónios 1.72

http://batalhasnapoleonicas.blogspot.com/
http://batalhasdarestauracao1640.blogspot.com/
Avatar do utilizador
vmmestre
 
Mensagens: 1390
Registado desde: 12 Jul 2006, 11:17
Localização: Sesimbra
Medalhas: 9
3 GBs (1) 5 GBs (1) GB 16 - Ecce Homo (1) GB 37 - Exército Português (1) GB 44 - Medievais (1)
Nome real: Vitor Manuel Mestre

Re: Tomada de Lisboa aos Mouros (1147) 1/72

MensagemEscrita por carlos filipe » 30 Jul 2011, 08:52

As muralhas já estão feitas, mas com efeito existem métodos mais práticos e que permitem resultados mais interessantes.

O wallmate que aqui é apontado até dá para gravar com um X-acto. Mas depois é tramado para pintar, tem de levar um selante para não sugar (literalmente) a tinta. Já experimentei e não só é morosa a gravação pois o material tem a tendencia para fechar após a passagem da lâmina, há o problema da pintura.
As vantagens são a limpeza do trabalho e a possibilidade de cortar com um arame quente as peças com grande rigor. A espessura do wallmate (ou qualquer mate) é normalmente de 30mm. isso dá 2.10m em 1/72. Dá para fazer o mioolo da muralha, revestindo com um acabamento de um lado e do outro.

O gesso, se for o normal, não é nada indicado para estes trabalhos. Há que adicionar outro componente para que não rache ao secar.

As massas de acabamento são um excelente material. Eu uso o da Dyrup, dantes utilizava o Perfax, mas é marca que nunca mais vi. Prefiro o pó porque se aguenta (bem fechado) pelo menos 1 ano. As massas já preparadas poupam uns minutos e fazem-nos gastar uma data de dinheiro (deve custar apenas o dobro). Além disso, depois de aberta a embalagem, tem um período de validade mais curto.
Mas se alguém não consegue acertar com a mistura...
O processo de trabalho é o seguinte:
1. barramento sobre o suporte e aguardar para que a massa tome "presa". Trabalha-se com espátulas. Só está pronta a trabalhar quando ao se fazer uma incisão não surja água à superfície. O tempo difere conforme o tempo. No inverno demora mais tempo, no tempo seco e quente é mais rápido.

As massas tipo Das Pronto são também muito interessantes. São porosas para a pintura aguarelada como para a massa de acabamento, mas é muito mais resistente.
Tem o inconveniente de ter uma duração limitada após a abertura da embalagem. Eu tento fechar bem a embalagem original e depois encerro-a num saco plástico com zipper (dos que se usam para congelar comida).
O processo de trabalho requer uma ferramenta muito fácil de fazer:
Um tabuleiro com uma depressão ao meio. Eu construí o meu com plástico de 2mm. Colei duas tiras paralelas nos bordos, ficando uma depressão no centro.
Há ainda que arranjar uma panóplia de chaves de parafusos e lâminas que sirvam para fazer incisões na massa.
Nas massa de acabamento os sulcos fazem-se riscando. nas massas tipo Das Pronto há que trabalhar por incisão, comprimindo a massa. esta não tolera ser riscada. o arrastamento de uma lâmina na sua superfície levanta fiapos e arruina a delicadeza do trabalho.
O método de trabalho é o seguinte:
1. Amassar como se fosse plasticina.
2. Colocar uma folha de alumínio (do das cozinhas) na depressão ao centro.
3. espalmar com os dedos a massa sobre a folha de alumínio e arrancar as porções que estejam sobre as duas tiras elevadas laterais.
4. polvilhar a massa com pó de talco e tal como se se fosse fazer uma pizza, usando uma frasco ou garrafa que se polvilhou com pó de talco, comprime-se a massa. As tiras laterais são as guias que definem a espessura da massa. portanto o nosso rolo da massa improvisado tem de se apoiar nessas tiras.
5. Dá-se início à gravação. o tempo que se dispõe também varia com a humidade e temperatura do ambiente.
6. No final fica-se com uma chapa gravada com 2mm de espessura (para mim serve perfeitamente, mas cada um adapta aos materiais que tiver à mão para a construção do tabuleiro). A fase de secagem tem de ser assistida. Há que colocar uns pesso por cima, para que durante a secagem não encaracole. Eu uso uma pequena tábua e um peso em cima, para distribuir a carga uniformemente. É aconselhável deixar ficar a folha de alumínio, porque confere solidez às chapas gravadas.
podem ser guardadas e duram anos. tenho algumas com 10 anos.
7. A aplicação tem de ser feita sobre um suporte à escolha. contraplacado, esferovite ou poliestireno extrudido (vulgo wallmate). Pega bem com simples cola de madeira. Como se vai proceder à montagem de um puzzle de várias peças, há que acertar o encontro das pedras. Eu ensaio a seco as chapas e marco os cortes a fazer, de forma a que a junção das peças (das fiadas de pedra) se interliguem.
As imperfeições das juntas podem ser disfarçadas com massa de acabamento, com pequneos pedaços de das Pronto ou com os proverbiais e convenientes tufos de erva que se alojaram nas rachas.
(continua)
Avatar do utilizador
carlos filipe
 
Mensagens: 1084
Registado desde: 16 Dez 2009, 14:27
Localização: Almada
Medalhas: 2
GB 41 - Caixa de Sobras (1) GB 43 - Modelos Papel - Arq. (1)
Nome real: carlos fernando de sousa filipe

AnteriorSeguinte

Voltar a Medievais

Quem está online

Utilizadores a consultar este fórum: Nenhum utilizador registado e um visitante